Fábio Assunção fala sobre dependência química em sua vida

Fabio Assunção falou abertamente à revista “Trip” de julho sobre o relacionamento com Maria Ribeiro, política e sobre a dependência química que enfrentou, confessando que se trata de uma luta diária. Continuar lendo Fábio Assunção fala sobre dependência química em sua vida

Para alertar jovens contra as drogas

Bastou publicar uma foto ao lado do filho para Venício Guimarães sentir a força das redes sociais. A repercussão imediata não foi apenas pela imagem, mas pelo teor do texto escrito pelo pai: “Perdi Tiago para as drogas…Tudo começa com um ‘cigarrinho’ de maconha…Besteira, mas acabou tudo com o crack”. A partir dessa revelação, publicada em seu perfil do Facebook, logo após a morte do filho, em 2012, o advogado e empresário decidiu lançar a sua luta contra as drogas.

O primeiro passo foi a criação da fanpage “Missão acorda juventude”, na qual já são mais de 300 mil compartilhamentos, 15 mil amigos e 70 milhões de visualizações. Nela, Venício mostra a sua trajetória como pai de um dependente químico. “Sou um especialista em dor. Sei que cometi muitos erros como pai, mas não sabia como lidar com o problema. Sei que perder um filho assim é uma pancada muito violenta. Agora quero dividir o que aprendi com outras pessoas”, alerta.

Continuar lendo Para alertar jovens contra as drogas

Profissionais de saúde são treinados para reinserção social do dependente químico

Treinamento realizado pelo Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM), do Governo do Ceará, atualizará informações sobre o tratamento e possibilidades de reinserção social do dependente químico através da capacitação para o trabalho remunerado. Iniciativa do Serviço de Dependência Química/ Hospital Dia Elo de Vida, o treinamento “Tratamento de dependentes químicos: da prevenção de recaída ao mundo do trabalho” capacitará 40 profissionais que trabalham com dependentes químicos, cuidadores colaboradores do HSM e estagiários do Elo de Vida, em quatro encontros nos dias 7, 8, 9 e 13 de novembro. O treinamento é para qualificar e motivar os profissionais a promoverem adesão dos pacientes e familiares a tratamento após a desintoxicação.

Continuar lendo Profissionais de saúde são treinados para reinserção social do dependente químico

Por que é mais difícil para as mulheres lutar contra dependência às drogas

Gabriela* percebeu que precisava de ajuda quando, depois de sair embriagada de uma festa no interior de São Paulo, bateu o carro, quebrou duas costelas e tomou mais de 40 pontos no rosto.

“Até então eu achava que estava no controle, que era só eu querer que pararia de beber”, diz a engenheira civil. “Precisei quase morrer pra perceber que tinha que parar. Só que não consegui.”

Continuar lendo Por que é mais difícil para as mulheres lutar contra dependência às drogas

Como o tratamento familiar pode auxiliar na recuperação do dependente químico

Mãe teve depressão devido à dependência do filho e precisou de tratamento

Depois de acordar de um coma devido ao uso excessivo de drogas, Williams Leite, de 37 anos, decidiu buscar ajuda contra o vício que o acompanhou por mais de 20 anos. Ao abrir os olhos, a primeira pessoa que viu do seu lado na cama de um hospital foi a mãe dele, Cila Barbosa, que minutos antes havia sussurrado em seu ouvido, implorando para que voltasse à vida. Mas este não foi o único momento em que Cila esteve ao lado de Williams. Apesar de todo o sofrimento e angústia serem transferidos para a mãe, a presença dela nesses momentos tão difíceis foi determinante para a reabilitação dele.

Continuar lendo Como o tratamento familiar pode auxiliar na recuperação do dependente químico

‘Crack foi pior escolha da minha vida’, diz ex-morador de rua que ajuda a recuperar dependentes

Adriano Lugoli foi viciado em drogas e morou nas ruas por três anos. Em 2005 começou a trabalhar como modelo; atualmente conta sua história de superação para prevenir uso de drogas entre jovens e ajudar outros dependentes.

Cigarro, álcool, maconha, cocaína, tíner… A lista de drogas experimentadas pelo modelo Adriano Lugoli ao longo da vida é extensa e, segundo ele, “incontável”. De todas as substâncias, foi o vício no crack que tirou o mineiro de vez de casa e o levou a morar nas ruas de Uberlândia por três anos. Hoje recuperado, Adriano se mudou para região do Gama, no Distrito Federal, e decidiu transformar as experiências negativas em ajuda a outros dependentes químicos.
Por meio de palestras recheadas de música, descontração e muitos sorrisos, Lugoli aconselha jovens, estudantes, moradores de rua e até presidiários do DF sobre as formas de prevenir e superar o vício nas drogas.

Continuar lendo ‘Crack foi pior escolha da minha vida’, diz ex-morador de rua que ajuda a recuperar dependentes

Vereador quer multar quem usar drogas em local público

O vereador de Campinas Nelson Hossri (Podemos) propôs uma lei que prevê multa para quem for flagrado utilizando drogas ilícitas em locais públicos do município. A proposta recebeu, ontem, aval favorável da Comissão de Constituição e Legalidade e deve seguir para o plenário da Casa.
Segundo advogado criminalista ouvido pelo TODODIA, o projeto de lei é inconstitucional já que trata de “matéria penal”, cuja competência cabe ao governo federal.

Continuar lendo Vereador quer multar quem usar drogas em local público

Desafio na recuperação de dependentes químicos

Tião Viana e frei Hans Stapel falam sobre o desafio na recuperação de dependentes químicos

O governador Tião Viana recebeu na tarde de sexta-feira, 18, a visita do frei Hans Stapel, um dos fundadores do projeto Fazenda da Esperança, uma das mais reconhecidas comunidades terapêuticas do mundo, dedicada principalmente à recuperação de dependentes químicos.

Continuar lendo Desafio na recuperação de dependentes químicos

Ex-catadora de latinhas passa em concurso e sua vida muda.

catadora de latinha que mudou de vida

Ex-catadora de latinhas passa em concurso: ganha R$ 7 mil
Tudo é possível quando se acredita

Uma catadora de latinha do Distrito Federal conseguiu passar em um concurso de nível médio do Tribunal de Justiça estudando apenas 25 dias.

Com isso, ela trocou uma renda mensal de R$ 50, por um salário de R$ 7 mil.

Continuar lendo Ex-catadora de latinhas passa em concurso e sua vida muda.