Após 24 anos vendo filho usar drogas, Dirce percebeu como amor de mãe é exigente

Foto: Fernando Antunes
Foto: Fernando Antunes

Todos os dias, nas reuniões do Amor Exigente, grupo de apoio às famílias que vivem o drama de ter alguém consumido pela dependência química, as mulheres são maioria. Ou elas estão ali pelos filhos, ou pelos pais dos filhos, demonstrando força sobrenatural depois de todo mundo já ter jogado a toalha, em uma batalha longa, de altos e baixos.

Um dia só de homenagem não combina com dedicação desse tipo de mãe. Mas para elas 24 horas de tranquilidade são dádiva quando a dependência já adoeceu toda a família. A aposentada Dirce Joana Souza, de 69 anos, conheceu essa rotina ainda na adolescência do filho. O menino bebia, depois passou para a maconha e por último o crack. Foram 24 anos assim.

Continue lendo “Após 24 anos vendo filho usar drogas, Dirce percebeu como amor de mãe é exigente”

Ex-assaltante e dependente químico faz alerta.

Convertido, ex-assaltante e dependente químico alerta: “A nossa juventude está se perdendo nas drogas”

A história de Almir Alves dos Santos é mais uma prova de como a presença de Jesus Cristo na vida de alguém é capaz de transformá-la por completo, não importa a condição que esteja. Considerado um dos maiores assaltantes de Minas Gerais, condenado a 39 anos de prisão, Almir hoje testemunha o milagre que Deus fez em sua vida.

Em uma entrevista para a Rede Super, Almir contou que seu primeiro roubo foi um pirulito, quando tinha apenas sete anos. Sua família era desestruturada, ele foi criado sem a presença do pai e chegou a passar fome:

“Eu fui criado sem pai, tive uma infância sofrida e a fome falou mais alto. Meu primeiro roubo foi com sete anos. Foi um pirulito, um doce. E aos 18 anos eu fui preso como um dos maiores ladrões [em MG], em 98, de casas lotéricas e bancos do estado. Eu acumulei uma fortuna de dois milhões e meio de reais e esse dinheiro foi a destruição da minha vida”, disse ele na entrevista.

Continue lendo “Ex-assaltante e dependente químico faz alerta.”

Para alertar jovens contra as drogas

Bastou publicar uma foto ao lado do filho para Venício Guimarães sentir a força das redes sociais. A repercussão imediata não foi apenas pela imagem, mas pelo teor do texto escrito pelo pai: “Perdi Tiago para as drogas…Tudo começa com um ‘cigarrinho’ de maconha…Besteira, mas acabou tudo com o crack”. A partir dessa revelação, publicada em seu perfil do Facebook, logo após a morte do filho, em 2012, o advogado e empresário decidiu lançar a sua luta contra as drogas.

O primeiro passo foi a criação da fanpage “Missão acorda juventude”, na qual já são mais de 300 mil compartilhamentos, 15 mil amigos e 70 milhões de visualizações. Nela, Venício mostra a sua trajetória como pai de um dependente químico. “Sou um especialista em dor. Sei que cometi muitos erros como pai, mas não sabia como lidar com o problema. Sei que perder um filho assim é uma pancada muito violenta. Agora quero dividir o que aprendi com outras pessoas”, alerta.

Continue lendo “Para alertar jovens contra as drogas”

Profissionais de saúde são treinados para reinserção social do dependente químico

Treinamento realizado pelo Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM), do Governo do Ceará, atualizará informações sobre o tratamento e possibilidades de reinserção social do dependente químico através da capacitação para o trabalho remunerado. Iniciativa do Serviço de Dependência Química/ Hospital Dia Elo de Vida, o treinamento “Tratamento de dependentes químicos: da prevenção de recaída ao mundo do trabalho” capacitará 40 profissionais que trabalham com dependentes químicos, cuidadores colaboradores do HSM e estagiários do Elo de Vida, em quatro encontros nos dias 7, 8, 9 e 13 de novembro. O treinamento é para qualificar e motivar os profissionais a promoverem adesão dos pacientes e familiares a tratamento após a desintoxicação.

Continue lendo “Profissionais de saúde são treinados para reinserção social do dependente químico”

Por que é mais difícil para as mulheres lutar contra dependência às drogas

Gabriela* percebeu que precisava de ajuda quando, depois de sair embriagada de uma festa no interior de São Paulo, bateu o carro, quebrou duas costelas e tomou mais de 40 pontos no rosto.

“Até então eu achava que estava no controle, que era só eu querer que pararia de beber”, diz a engenheira civil. “Precisei quase morrer pra perceber que tinha que parar. Só que não consegui.”

Continue lendo “Por que é mais difícil para as mulheres lutar contra dependência às drogas”

Como funciona o mecanismo do vício em nossas mentes

E ele não é só para drogas, pode ser também para jogo, celular, sexo…

Estamos habituados a associar o conceito de dependência exclusivamente ao consumo de substâncias químicas como a maconha, o álcool, a cocaína etc. A razão para isso é que de fato a ciência assim a definiu até pouco tempo atrás.

 

A base para definir um quadro de dependência química dentro deste referencial é composta de quatro características que precisam estar presentes: o desejo pela droga, o consumo propriamente dito, a tolerância (necessidade de doses cada vez maiores para se obter a mesma sensação de prazer) e a síndrome de abstinência (efeitos fisiológicos desagradáveis desencadeados pela interrupção do consumo).
Continue lendo “Como funciona o mecanismo do vício em nossas mentes”

Como o tratamento familiar pode auxiliar na recuperação do dependente químico

Mãe teve depressão devido à dependência do filho e precisou de tratamento

Depois de acordar de um coma devido ao uso excessivo de drogas, Williams Leite, de 37 anos, decidiu buscar ajuda contra o vício que o acompanhou por mais de 20 anos. Ao abrir os olhos, a primeira pessoa que viu do seu lado na cama de um hospital foi a mãe dele, Cila Barbosa, que minutos antes havia sussurrado em seu ouvido, implorando para que voltasse à vida. Mas este não foi o único momento em que Cila esteve ao lado de Williams. Apesar de todo o sofrimento e angústia serem transferidos para a mãe, a presença dela nesses momentos tão difíceis foi determinante para a reabilitação dele.

Continue lendo “Como o tratamento familiar pode auxiliar na recuperação do dependente químico”

Políticas sobre Drogas: SPD aposta na qualificação

Com a finalidade de viabilizar a reinserção social e profissional de usuários de drogas, a Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD) inicia, neste mês de setembro, a capacitação de 160 pessoas em tratamento da dependência química que se encontram acolhidas em Comunidades Terapêuticas (CTs). A ação será viabilizada por meio de parceria firmada com a Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) do Governo do Ceará.

Continue lendo “Políticas sobre Drogas: SPD aposta na qualificação”

Desafio na recuperação de dependentes químicos

Tião Viana e frei Hans Stapel falam sobre o desafio na recuperação de dependentes químicos

O governador Tião Viana recebeu na tarde de sexta-feira, 18, a visita do frei Hans Stapel, um dos fundadores do projeto Fazenda da Esperança, uma das mais reconhecidas comunidades terapêuticas do mundo, dedicada principalmente à recuperação de dependentes químicos.

Continue lendo “Desafio na recuperação de dependentes químicos”

Palestra sobre prevenção do consumo de drogas ajuda os pais a identificar os sinais do uso de entorpecentes pelos filhos

O conhecimento dos pais sobre o ritual de iniciação no mundo das drogas e sobre os primeiros sinais que os filhos revelam quando começam a ter contato com entorpecentes pode ser fundamental para evitar os danos causados pela dependência química. O problema é que, na maioria dos casos, os pais só percebem os sinais depois de 3 a 4 anos do primeiro contato dos jovens com as drogas.

Continue lendo “Palestra sobre prevenção do consumo de drogas ajuda os pais a identificar os sinais do uso de entorpecentes pelos filhos”